Lucro do FGTS será liberado aos trabalhadores

Anualmente a Caixa Econômica Federal realiza o pagamento do lucro do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), aos trabalhadores que possuem saldo nas contas vinculadas ao fundo.

Todos os trabalhadores que possuem saldo nas contas do FGTS no dia 31 de dezembro do ano anterior podem receber o lucro, devido a uma correção monetária.

O lucro do FGTS se trata da soma dos acúmulos do Fundo de Garantia multiplicados conforme os juros e rendimentos que são aplicados todos os anos no dia 31 de dezembro.

Quem pode receber o lucro do FGTS?

Todo e qualquer trabalhador, seja ele empregado ou desempregado, poderá receber o lucro do FGTS, a única exigência para recebimento é ter tido saldo nas contas no dia 31 de dezembro de 2021.

Vale lembrar que até mesmo os que já sacaram o FGTS este ano, parcial ou integralmente, podem receber, tendo em vista que o lucro é referente ao saldo do ano passado que passou por correção no dia 31 de dezembro.

Quando o lucro do FGTS vai ser pago?

Conforme estabelece a Lei 13.446/17, lei esta que criou o repasse dos lucros do FGTS, o mesmo deverá ser distribuído aos trabalhadores até o dia 31 de agosto do ano seguinte ao exercício da apuração.

Resumidamente falando, como a correção frente ao saldo do FGTS de 2021, o repasse do lucro deve ocorrer até 31 de agosto deste ano.

Dessa maneira, frente aos últimos repasses, a previsão é de que o lucro possa ser distribuído aos trabalhadores entre os dias 1º a 31 de agosto.

Quanto posso receber?

Esse é um tema um pouco mais complicado, tendo em vista, que anualmente o Conselho Curador do FGTS é quem define qual porcentagem do lucro líquido será repassado aos trabalhadores.

A título de informação, no ano passado, 96% dos lucros foram repassados aos trabalhadores, o que representou um total de R$ 8,13 bilhões pagos aos brasileiros.

Contudo, não há uma previsão de quanto será o valor repassado deste ano e nem quanto cada um vai receber, pois, os detalhes dos pagamentos ainda devem ser decididos em reuniões do Conselho Curador do FGTS.

Por fim, no ano passado, a divisão do lucro resultou em um ganho de R$ 1,86 para cada R$ 100 que os trabalhadores tinham nas contas do Fundo de Garantia.

Fonte: Jornal Contábil

Start typing and press Enter to search